Parece estar a navegar neste site usando o Internet Explorer 6. Este navegador está desatualizado.
Para uma pesquisa mais segura e fiável recomenda-se efetuar o upgrade do seu navegador para um destes navegadores:

Firefox / Safari / Opera / Chrome / Internet Explorer 8+

Informações acerca das importações paralelas (as chamadas “importações cinzentas”)

O que é uma importação paralela?

A importação paralela é geralmente entendida como uma importação de carácter comercial de mercadorias através de um canal de distribuição não autorizado pelo fabricante. A rede de distribuição do fabricante é deliberadamente evitada. As importações paralelas, também conhecidas como "importações cinzentas", são efetuadas sem o consentimento da OM Digital Solutions e estes produtos não estão destinados para venda na Europa.

A OM Digital Solutions trabalha exclusivamente com comerciantes e distribuidores autorizados que distribuem as mercadorias em nome da OM Digital Solutions. É possível encontrar uma lista dos comerciantes autorizados no nosso site, em "Dealer Locator".

Qual é a vantagem dos produtos destinados ao mercado europeu?

Os produtos destinados à venda na Europa encontram-se em conformidade com os requisitos europeus em matéria de proteção dos consumidores. As instruções de funcionamento e segurança são escritas na sua língua de modo a possibilitar a sua compreensão. Além disso, é possível solicitar a reparação do seu produto OM Digital Solutions em oficinas qualificadas, de acordo com a política de garantia. Isto permite-lhe reduzir custos que, de outra forma, teria de suportar. Os produtos destinados para o mercado europeu contêm acessórios adequados para a utilização na Europa. Não é necessário adquirir acessórios dispendiosos para colocar o produto em funcionamento.

Como identificar uma importação paralela?

O preço de venda constitui a primeira indicação de que esta se trata de uma importação paralela. O preço de venda de uma importação paralela é muitas vezes inferior ao preço de venda recomendado pelo fabricante. Além disso, a embalagem original não inclui o produto na sua totalidade.

Tome especial atenção ao comprar online. A OM Digital Solutions envia sempre os respetivos produtos a partir do denominado Espaço Económico Europeu (EEE). O Espaço Económico Europeu inclui os seguintes países: Áustria, Bélgica, Bulgária, Croácia, Chipre, República Checa, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Polónia, Portugal, Roménia, Eslováquia, Eslovénia, Espanha, Suécia, Reino Unido, Liechtenstein e Noruega. Se um produto da OM Digital Solutions for enviado, por exemplo, a partir da Ásia, trata-se, definitivamente, de uma importação paralela.

Em alguns casos, o vendedor não despacha a importação paralela na alfândega de forma correta e não paga o imposto de acordo com os regulamentos e as leis aplicáveis. Os direitos aduaneiros de importação ou os impostos que recaem sobre o cliente que sejam devidos deverão ser, nesse caso, pagos por si.

O âmbito da entrega também poderá ser suspeito. No caso de um produto da OM Digital Solutions, o âmbito da entrega contém sempre os mesmos elementos dentro do EEE. Se se tratar de uma importação paralela, os acessórios fornecidos poderão ser diferentes na natureza e no âmbito em comparação com os acessórios da loja oficial da OM Digital Solutions, pelo que poderão ser inadequados para o mercado europeu.

Além disso, o cartão de garantia de cada produto deve ser verificado com atenção. Se se verificar de imediato que o cartão de garantia não foi emitido pela OM Digital Solutions nem pela Olympus ou caso este esteja em falta, o produto adquirido é uma importação paralela. Segue-se um exemplo do nosso cartão de garantia.

Em que medida uma importação paralela me poderá afetar?

1. A garantia do produto é anulada.
2. Não é possível registar o produto para usufruir de serviços de apoio adicionais ou outros serviços semelhantes.
3. É excluída a participação em campanhas promocionais europeias.
4. O pedido de reembolso aplicado ao vendedor poderá suscitar problemas, caso a sede da empresa se encontre fora do Espaço Económico Europeu.